Outros Projectos

Mas nem só de trabalho vive o Homem! 7 anos a aprender geraram ideias para outros produtos e serviços fora da esfera da comunicação e gestão de clientes.

Em paralelo criamos marcas próprias, envolvemo-nos em software e continuamos a achar que vamos mudar o mundo.

 

 

stamina

 

Workout

Trabalhar a própria marca exige paciência e carinho, mas sobretudo tempo.
O Stamina Workout consiste na deslocação da agência para uma casa fora de Lisboa, com o objectivo de reunir toda a equipa a pensar num só projecto. O Stamina v5 foi concebido neste modelo. Uma quinta no Alentejo, 7 dias, 10 kilos de carne, 5 kilos de legumes e 2 bacalhaus. O resultado é um site que a ser feito em Lisboa, levaria no mínimo 1 mês a sair. É um exercício de trabalho conjunto levado aos limites, tipo "Deadliest Catch" mas em versão html.

 

Este modelo também se aplica a um colaborador isolado que tenha em mãos um grande projecto e queira desenvolvê-lo num local que dê melhores inputs do que em Lisboa. A rotina de escritório faz as coisas parecerem mais pesadas, os prazos mais curtos e os clientes mais desesperados. A distância relativiza a urgência. Não só é possível, como benéfico. O cliente agradece, não paga mais por isso.

 

 

stamina

businessTrailer
 
 
 

Business Trailer

Nem todos os negócios são fáceis de explicar. Às vezes, "fazer um desenho" resolve esse problema. O Business Trailer explica uma ideia, um produto ou um serviço em menos de 1 minuto.

 

Não pretende substituir as peças de comunicação correntes como websites e brochuras, mas sim, explicar a "big picture", seja remotamente ou como introdução numa reunião, após o qual todos os intervenientes já estão situados no assunto. A componente de síntese a que obriga, ajuda inclusivamente o próprio cliente a organizar ideias e estruturar um discurso aos seus próprios mercados.

 

 

stamina

LIS

"I Am a Passenger"

"I’m a Passenger From LIS" é uma marca desenhada para travellers.

Viajar sempre foi um denominador comum na Stamina. Inter-Rails, Autocaravanas, Backpacking são um background que está na origem desta marca. A ideia é resolver os problemas mais frequentes que qualquer turista encontra quando chega a uma cidade.

 
Dirigido ao segmento de frequentadores de hostels, que ao comprarem um kit podem contar com uma série de objectos como bilhetes de metro, mapas da cidade, preservativos, dicas de bares e restaurantes, pensos para os pés, entre outros. A marca pretende repetir a fórmula para outras cidades, estando em processo de registo as marcas MAD e BCN (Madrid e Barcelona respectivamente).

 

 

stamina

 

Schwein Fleish

Unbranding.
Um exercício de futurologia publicitária que assenta no oposto da tendência actual.

Sem modelos, endorsers ou artificialidade, apenas uma abordagem informativa, sem envolvência, sem branding.

 

 

stamina

AMSwine

AMS Wine - Social Software

AMS Wine é um software de gestão destinado a profissionais que trabalham com vinho. O seu target centra-se em pequenos distribuidores, garrafeiras, agentes, merchants e restaurantes. O AMS gere o fluxo de negócios e fornece informações sobre a rentabilidade de cada garrafa. Desta forma, o utilizador dispõe de informação imediata sobre o seu top de vendas, projecções, mapas, notas de encomenda, guias de transporte e comparativos.

 

Esta é uma ferramenta de uso diário, user-friendly que corre em modo on-line, e permite o acesso a informação permanente em qualquer parte através do telemóvel, portátil, tablet. No fundo, o AMS democratiza, massifica e torna a gestão numa actividade "amusing" por ser apelativa e imediata.

 

 

stamina

 

No tempo em que as plantas vão falar

Um aparelho emprestado pela Nasa chegou-nos sigilosamente. Quisémos testá-lo numa pequena horta e ver os resultados.

As plantas não só falam, como fazem questão de o exprimir.

 

 

stamina

papua

Papua

A Papua Surfboards, foi uma experiência de gestão de marca-própria.

A ideia foi desenhar pranchas indexadas a um conceito que teria sempre a ver com o cliente que a encomendava. Por exemplo, a Papua Mistress (1ª a contar da esquerda) vinha de um pedido para uma prancha a ser usada como 2ª prancha para ocasiões especiais, daí ser uma espécie de amante. Já a Papua Excalibur foi desenhada para um cliente fã da Lenda de Excalibur e de tudo o que a rodeia.

 

O resultado, são pranchas que não se repetem e ganham uma relação muito próxima com cada cliente.
Foram criados 10 exemplares. Neste momento a marca está em standby pelo facto do fabrico de pranchas em pequenas quantidades não ser rentável a ponto de permitir a continuação desta saga. Mas valeu pela experiência e por saber que 10 papuas andam por aí.
 

 

go up

BOT PDF OFF

Powered by CoalaWeb

bot credits